Cinema e TV

Confira os ‘prólogos’ de Blade Runner 2049

6 de Oct de 2017

blade-runner-2049-banner-600x300

Com o lançamento de Blade Runner 2049, fica evidente de que existe uma lacuna de 30 anos entre os acontecimentos do novo filme e o original lançado em 1982. Para contextualizar os fãs para o novolonga, a Warner Bros. produziu três curtas que antecedem o filme e preenchem os fatos entre a continuação e a produção original.

Confira:
Blade Runner Black Out 2022, é um anime dirigido por Shinichirō Watanabe, onde acompanhamos a história de Iggy, um replicante desonesto organiza um ataque ao banco de dados de registros de replicantes da Tyrell Corporation. O anime foi lançado originalmente no Crunchroll, mas algumas versões também conseguem ser encontradas no youtube.

2036: Nexus Dawn é dirigido por Luke Scott, e segue Niander Wallace (Jared Leto) enquanto ele apresenta seu novo modelo de replicante, o Nexus-9, para legisladores na tentativa de convencê-los sobre o seu uso.

2048: Nowhere to Run, também dirigido por Scott, segue Sapper Morton (Dave Bautista), em um período em que replicantes eram totalmente proibidos, enquanto ele protege uma mãe e filha de assaltantes.

A trama se passa 30 anos depois dos eventos do primeiro filme e acompanha um novo blade runner, Oficial K (Ryan Gosling) do Departamento de Polícia de Los Angeles, desenterrando um segredo antiga que tem o potencial para transformar o que restou da sociedade em um completo caos. A descoberta de K faz com que ele comece uma jornada para encontrar Rick Deckard (Harrison Ford), um ex-blade runner que está desaparecido há 30 anos.

Gustavo Gomes, Capitão

A resistência e ira do Hulk, o senso de justiça e habilidade do Capitão América e a perseverança e estratégia do Batman. Essa combinação explosiva resultou em: Professor, Podcaster, curte Literatura, HQs, Ciência, Música, Games e Cinema.

Os comentários são de responsabilidade de seus autores. Qualquer manifestação do lado negro da Força será erradicada por nosso conselho.

Siga-nos

Parceiro

Tejota Menezes